Design,Mobilidade,Notícias -

Versão Developer Preview do Android P

Durante o último final de semana, a Google liberou a primeira versão do Android P (ainda sem nome oficial). O objetivo é facilitar, como sempre, para que desenvolvedores possam adaptar suas aplicações e mante-las funcionais. A surpresa, entretanto, está no fato de que o sistema operacional agora conta com suporte a notch (aquele dentinho do iPhone X), o que criou uma polêmica muito grande entre os hobbystas e desenvolvedores.

O lançamento foi focado para quem usa o Google Pixel e Google Pixel 2.

Atualização de Interface Gráfica

Além da polêmica do notch, o novo Android traz o que está sendo chamado pelos desenvolvedores de Material Design 2.0. No ano passado, o site do MaterialDesign foi todo remodelado, abandonando parte do conceito de “uso de folhas sobrepostas” sugerido originalmente. Em especial, podemos reparar na diminuição relevante dos tons de sombra.

Também podemos verificar que os cantos arredondados foram intensificados e não existe praticamente mais nenhum objeto com borda reta. Além disso, os ícones agora estão sempre fechados em um ambiente circular, o que melhora consideravelmente a organização de grade e espaçamentos, tal como definir melhor a área de toque do objeto. Também é possível notar o uso maior de contrastes de cores.

Mais opções do long press (aquele evento que emula o 3d Touch da Apple), também foram adicionadas. Agora é possível pressionar por mais tempo em cima de uma notificação para ver mais opções sobre ela.

As animações também sofreram uma atualização relevante, anulando aquelas transições de sombra que partiam da área de toque, criado pela referência original do Material Design. As transições também estão nitidamente mais rápidas e mais focadas no ease-out.

O novo laucher trouxe uma novidade que pode incomodar muitas pessoas. A busca do Google agora encontra-se completo, na parte inferior do dock fixo de aplicativos, incorporando ainda mais o widget ao sistema operacional.

Os controles e notificações de mídia e armazenamento, no geral, apresentam-se agora em formatos de cards e não apenas como uma instrução em tela.

As informações de bateria também estão mais sutis. O modo econômico não mais é simbolizado pelo ícone alaranjado, mas sim por um símbolo de +.

Funcionalidades Adicionadas

Tal como o iOS11, o Android P agora traz a opção de edição imediata de screenshots. Até então a funcionalidade é limitada, mas deve ganhar mais opções até o lançamento oficial do sistema. A opção de tirar um screenshot ainda foi incluído nativamente nas opções de desligar / reiniciar.

Outra opção já conhecida por usuários do iOS chega no Android P, o zoom ao navegar texto. Agora ao colocar o cursor de texto em um ponto específico, o usuário terá uma ampliação da região.

Dentre outras atualizações, temos a lista resumida das seguintes funcionalidades (inclusive as já citadas):

  • Interface Gráfica
    • Nova Interface Gráfica de Configurações
    • Novos estilos de para notificações de mensagens
    • Novas transições e animações
    • Atualização do Pixel launcher e modificações no dock
    • Mudança no ícone de alerta da bateria
    • Always on display agora mostra informações da bateria e o centro de notificações
    • Novo Easter Egg
  • Funcionalidades
    • Editor nativo de screenshots
    • Screenshot pelo botão de força
    • Cursor de texto com Zoom (como no iOS)
    • Agendamento de economia de energia
    • Modo Não Pertube simplificado
    • Os botões de volume agora controlam o voluma da mídia por padrão
    • Brilho adaptativo mais inteligente
    • Travamento de rotação no modo paisagem
    • Suporte a Multi-Bluetooth
    • Controle de intensidade da vibração
    • Acesso para desabilitar as animações

Com informações do Gizmodo, Blog do Google e Fórum XDA Developers

Dúvidas?
Entre em um de nossos grupos ou deixe um comentário:

Grupo no Facebook Grupo no Telegram